.posts recentes

. SOMOS MODERNOS

. GÉNESIS - A natureza do s...

. No rescaldo do Verão

. Perigosa abstenção

. MISSÃO FAMÍLIA: F.E. – Fo...

. A Vida é fogo que arde… I...

. A Infância da Vida

. NATAL EM MIM

. É o NATAL do Menino Jesus

. NATAL de Belém ao Céu

.arquivos

. Maio 2018

. Dezembro 2016

. Dezembro 2015

. Julho 2015

. Dezembro 2014

. Setembro 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Agosto 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Dezembro 2010

. Maio 2009

. Abril 2008

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Abril 2006

Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Perigosa abstenção

CRÓNICAS DA CONDIÇÃO HUMANA – CXI

Perigosa abstenção

  É da condição humana ser gregário e neste sentido assumir-se responsável pela natureza e participante na dinâmica grupal. Todavia, na mesma condição humana emerge tanto a sociabilidade quanto o isolamento social, consequente este da personalidade do indivíduo, causado por factores sociais inibidores os desfavoráveis à integração e bem-estar do indivíduo no grupo/sociedade.

É hoje recorrente o apelo à participação do indivíduo na sociedade. Propala-se a participação activa e a proactividade em função do desenvolvimento social. Promovem-se medidas para a inclusão social, a pretexto da igualdade e do direito à diferença. No entanto, ao nível de pequenos e de grandes grupos, do nível duma pequeníssima estrutura ao grande grupo que é a sociedade dum País, as práticas grupais tendem ao enfeudamento, a palavra válida é a do líder do grupo, não obstante os debates, fóruns de discussão… em suposta democracia. No preenchimento de lugares de chefia e funcionais na gestão da coisa pública tudo é objecto de “concurso público”, dizem, a bem da transparência e da competência. Porém, parece que por esse mundo fora são mais que muitas as ligações de “admitidos” a gente da alta governança e outros poderes intermédios quase sempre na esfera da política e afins.  

Certo é esta virulência político-social atacar de igual modo espectros sociais no plano partidário, desportivo, do cançonetismo, na banca e alta finança, etc. Olhemos ainda para o que acontece na horda de listas eleitorais. Neste campo, tome-se por referência a batalha falante que desce ao maias baixo nível, recuperemos em memória a quantidade de políticos governantes nacionais e autárquicos suspeitos, acusados e alguns julgados por corrupção, suborno, peculato e crimes outros cometidos no governo do erário público.

Decorre disto tudo o isolamento das pessoas honestas, mais capazes e livres no pensamento. Afastam-se do lodaçal as pessoas de bem, sérias, justas e competentes, porque não querem ver o seu nome manchado na sujeira moral, não desejam correr qualquer risco de destruição do carácter, porque é vexante a competência fundada no conhecimento e no saber-fazer estar submetida aos ditames políticos de quem porventura não é capaz nem de governar a sua própria casa, e não olha a meios para atingir os fins.

É assim, por estas e por outras, que a abstenção vai grassando um pouco por todos os cantos deste Planeta Terra. Os homens e mulheres que nem sequer vão votar é já em muitas eleições superior ao número de eleitores que efectivamente assumem no dever de votar o direito a participar na escolha dos decisores e governantes da coisa pública.

Contudo, não pode a abstenção dar lugar ao poder continuado duma minoria só porque é a expressão votante. É tempo de substituir a abstenção pela presença nos actos públicos, a participação naquilo que é de direito individual e colectivo, como a designação de quem governa o que é de todos. Mas também cada um expresse a sua opinião e pela intervenção contribua para que tudo seja conforme à boa moral social, ajustado à tradição e cultura do Povo, no respeito pelos interesses da maioria qualificada sem prejuízo das diferenças naturais imanentes à condição humana.

 Proença-a-Nova, 20 de Setembro de 2017

publicado por AlfBernardo Couto às 11:46
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds